Evento Anterior

Início

A violência política sempre tem estado presente na história da humanidade. No entanto, foi especialmente durante o século XX que se tornou mais evidente a presença da violência nos conflitos pelo poder, fruto da alta capacidade destrutiva propiciada pelos avanços da tecnologia. As duas guerras mundiais (1914-1918 e 1939-1945), assim como o Holocausto, converteram-se nos emblemas do carácter violento do século. Se o foco das reflexões sobre a violência política desenvolvida na primeira metade do século está, geralmente, centrado nos projectos políticos que levaram ao deflagrar das duas guerras mundiais, assim como ao desenrolar destas, o interesse dos investigadores centrou-se, no que respeita à segunda metade do século, nos conflitos caracterizados pela presença de organizações e grupos armados que enfrentaram o poder do Estado. O trabalho intelectual e académico coincidiu, neste interesse, com a atenção prestada por muitos governos a esse fenómeno.

Passada mais de uma década desde a mudança de século, propomos um encontro internacional que, sem renunciar a nenhuma das temáticas que foram dominantes nas últimas décadas, amplie a visão sobre as diversas formas de violência política que caracterizou os séculos XIX e XX e permita o intercâmbio de pontos de vista entre historiadores e investigadores em ciências sociais e humanas de diferentes países. Encorajamos, pois, a apresentação de propostas de comunicação e de painéis que reunam várias comuni­cações sobre os eixos temáticos que se detalham nas circulares, assim como sobre outras temáticas vinculadas com a violência política, entendida num sentido amplo. Consideram-se de interesse tanto propostas centradas na reflexão teórica e metodológica, como aquelas que abranjam trabalhos de investigação empírica em curso.

Colóquio Internacional sobre Violência Política no Século XX vai decorrer no Instituto de História Contemporânea de Lisboa nos dias 12-14 de Março de 2015. São aceites contribuções em Português, Inglês, Espanhol, Francês e Italiano, e o limite das intervenções vai ser de 15 minutos.

 

Circulares

Colóquio Internacional sobre Violência Política no Século XX
IHC-FCSH/UNL

Segunda circular

Data: 12-14 de Março de 2015
Lugar: Instituto de História Contemporânea (Av. Berna, 26 C, Lisboa)

Passados alguns meses desde o anúncio sobre a realização do Colóquio Internacional sobre Violência Política no Século XX, incluimos nesta segunda circular mais algumas informações. Podemos avançar desde já os nomes dos conferencistas que vão participar no colóquio, o preçário para comunicantes e público em geral e mais alguns detalhes práticos. Continuamos a encorajar a apresentação de propostas de comunicação e de painéis que reunam várias comunicações sobre os eixos temáticos que se detalham abaixo, assim como sobre outras temáticas vinculadas com a violência política, entendida num sentido amplo. Neste sentido, informamos que o prazo para apresentação de propostas de comunicação foi ampliado até dia 15 de Dezembro de 2014; todos os participantes vão ter 15-20 minutos para apresentarem as suas comunicações, e os textos escritos para serem publicados com ISBN (a ser entregues até dia 1 de Março de 2015) vão ter que seguir as normas que se detalham nesta segunda circular.

Conferencistas
– Fernando Rosas (Instituto de História Contemporânea – Universidade Nova de Lisboa)
– Serge Wolikow (Maison des Sciences de l’Homme de Dijon)
– Isabelle Sommier (Unviersité Paris 1 Panthéon – Sorbonne)
– Eduardo González Calleja (Universidad Carlos III de Madrid)

Eixos temáticos
– Conflitos bélicos.
– Guerrilha, insurgência, prática armada.
– Violações dos direitos humanos e dos direitos e liberdades fundamentais.
– Memória sobre processos traumáticos de violência.
– Confrontos, motins e formas de violência difusa.
– O conteúdo político dos actos de violência de direito comum.
– Tortura e violência policial.
– Prisão e instituições punitivas e reeducadoras.
– Legislações repressivas.
– Desertores, antimilitarismo e pacifismo.

Calendário
– Prazo para apresentação de propostas de comunicação/painel: 15 de Dezembro de 2014.
– Aceitação de comunicações/paineis: 22 de Dezembro de 2014.
– Prazo de apresentação dos textos definitivos: 1 de Março de 2014.

Normas para as propostas de comunicação
– O texto do resumo da proposta deverá ter no máximo 200 palavras e quatro palavras-chave.
– Juntamente com a proposta, deverá enviar o seu CV resumido e um contacto preferencial.

Normas para os textos das comunicações
– Os textos não poderão exceder as 7.500 palavras, incluindo notas e referências bibliográficas.
– Os textos devem possuir os seguintes elementos de identificação: título do trabalho, nome e filiação institucional do/s autor/es, resumo e até quatro palavras-chave. O resumo não poderá ultrapassar as 200 palavras.
– Aceitam-se textos redigidos em Português, Inglês, Espanhol, Francês e Italiano. No entanto, as comunicações devem sempre apresentar em Inglês: o título, o resumo e as quatro palavras-chave.
– O sistema de citação utilizado deverá ser o especificado no Chicago Manual of Style:
http://www.chicagomanualofstyle.org/tools_citationguide.html.

Preçário
– Professores e investigadores com contrato vigente: 20€
– Estudantes e investigadores desempregados: 10€

Intruções para formalizar a inscrição
– Ingresso na conta: IBAN PT50 0781 011200000006399 80.
– Envio dos dados pessoais (nome, morada fiscal, Número de Identificação Fiscal) e do comprovativo do ingresso ao endereço: coloquioviolenciapolitica@gmail.com.
– Prazo para realizar a inscrição: 1 de Março de 2015.

Idiomas
Português, Inglês, Espanhol, Francês e Italiano.

Lisboa, Novembro de 2014

 

Sede

O colóquio vai decorrer no Instituto de História Contemporânea, no predio I+D da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa:

Avenida Berna 26 C, 1069-061 Lisboa, Portugal

 

Contato

Para estabelecer comunicação com o comité organizador, escreva a:

coloquioviolenciapolitica@gmail.com

 

Organização

Comité organizador
Ana Sofia Ferreira, João Madeira, Luís Farinha, Pau Casanellas, Susana Martins (Instituto de História Contemporânea – Universidade Nova de Lisboa).

Comité científico
Daniel Aarão Reis Filho (Universidade Federal Fluminense), Albérico Afonso da Costa Alho (Instituto de História Contemporânea – Universidade Nova de Lisboa), Rui Bebiano (Centro de Estudos Sociais – Universidade de Coimbra), Emmanuel Betta (Sapienza – Università di Roma), Miguel Cardina (Centro de Estudos Sociais – Universidade de Coimbra), José Manuel Lopes Cordeiro (Universidade do Minho), Donatella della Porta (European University Institute), Mirco Dondi (Università di Bologna), Luís Farinha (Instituto de História Contemporânea – Universidade Nova de Lisboa), François Godicheau (Université Michel de Montaigne – Bordeaux 3), Eduardo González Calleja (Universidad Carlos III de Madrid), Kostis Kornetis (New York University), Manuel Loff (Universidade do Porto), João Madeira (Instituto de História Contemporânea – Universidade Nova de Lisboa), Carme Molinero (Centre d’Estudis sobre les Èpoques Franquista i Democràtica – Universitat Autònoma de Barcelona), Luísa Tiago de Oliveira (ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa), Pedro Oliver Olmo (Universidad de Castilla – La Mancha), Iñaki Rivera (Observatori del Sistema Penal i els Drets Humans – Universitat de Barcelona), Fernando Rosas (Instituto de História Contemporânea – Universidade Nova de Lisboa), Josep Sánchez Cervelló (Universitat Rovira i Virgili), Isabelle Sommier (Unviersité Paris 1 Panthéon – Sorbonne), Enzo Traverso (Université de Picardie Jules Verne), Ricard Vinyes (Universitat de Barcelona).

 

Programa

https://coloquioviolenciapolitica.files.wordpress.com/2015/03/programa_paineis_definitivo1.pdf

https://coloquioviolenciapolitica.files.wordpress.com/2015/03/programa_folheto.pdf

 

Comunicações

https://coloquioviolenciapolitica.files.wordpress.com/2015/03/resumos.pdf

Anúncios

Os comentários estão fechados.

Organização

NEC

IHC-NOVA/FCSH

Apoios

Área de História

CAPES

Faperj